terça-feira, 11 de abril de 2017

construção do baú

Mais alguns progressos na construção da carruagem da mala posta, aproveitando estes dias magníficos com sol, eu aproveitei para dar a primeira demão de tinta, a fim de ver como as duas cores se conjugam, e afinar as portas e janelas,
Entretanto estive indeciso em construir ou não o baú, porqueo original não tem, mas depois duma investigação aturada sobre esta matéria, eu descobri que um baú fazia parte deste tipo de carruagens, a fim de transportar os aprestos na viagem, como as cordas encerados e alguma ferramente necessárias. também construí um balancim e o calço do travão que se encontram pendurados nos ganchos de suporte do lado esquerdo, por baixo do cofre, mais algumas fotos para melhor apreciação dos pormenores, espero que apreciem.


















sexta-feira, 31 de março de 2017

Mais alguns progressos na construção da carruagem da mala-posta, estou muito próximo de concluir o compartimento traseiro dacarruagem, os paineis já estão terminados, falta concluir o assento de trás, este tem sido o trabalho mais moroso e trabalhoso, pelo facto deste assento ser articulado para permitir a entrada e saída dos passageiros, ele é articulado em 3 partes na base que suporta os assentos e em duas partes o assento em si, aqui vão algumas fotos para melhor compreenderem este trabalho, espero que gostem de ver.

 afinação dos paineis do compartimento traseiro.

 o assento e o painel por cima deste já concluído, bem assim como a base de suporte do assento.
 Painéis laterais já comcluídos e ensaio da alcatifa.
 O compartimento dianteiro está tarminado e pronto a levar a cobertura, faltam só as duas tiras que pendem do teto sobre o encosto dos assentos.


 Aqui estão alguns pormenores da fase de construção do assento traseiro que é articulado para os passageiros entrarem e sairem.
 para testar as dimensões do assento, é feito um molde em esferovite por forma a acertar todas as dimensões e tudo funcione na perfeição.
 a parte do meio da base do assento leva 2 dobradiças e esta parte quando desce fica encastrada na outra parte para ficarem as 3 partes planas.
 vista por fora do assento em construção.

sexta-feira, 17 de março de 2017

carruagem da mala-posta Nº 7

Dado que muitas pessoas me tem solicitado para eu mostrar aqui, mais em pormenor como é que eu faço o acolchoamento dos painéis interiores e dos assentos, eu quero dizer que este é um trabalho relativamente simples e fácil de fazer, no entanto , há alguns pontos que é preciso ter em consideração, primeiro ponto é fazer os moldes em cartolina, com as dimensões e furação exacta do nº de furos para os nós, e os materiais são ,contraplacado de 1 mm esponja de 2 mm, a pele, é natural e de espessura, convém o mais fina possível, 1 mm, as linhas  para vincar os losangos convém ser da mais dura, de polyester, para fazer os nós franceses é utilizado linha de crochet, a cola usada é a de tecido, marca gutermann, é importante referir que a pele só é colada atrás, e a furação do contraplacado, é preciso ter em conta que a linha mais fina passa 4 vezes pelo buraco e a linha de crochet para fazer o nó frances, 3 vezes, portanto a largura do buraco tem que ter em consideração estes pormenores, se fica apertado a agulha não passa se fica muito largo o nó passa-se para o outro lado, eu utilizo uma broca de 1,25mm,.
Espero com este esclarecimento ter respondido, às dúvidas e questões que me foram postas acerca desta construção do acolchoamento, os assentos são feitos nos mesmos princípios também.
Aqui vão algumas fotos para uma melhor elucidação deste trabalho, e também mais alguns progressos da construção da carruagem.
 o material utilizado nos painéis, neste caso o painel da frente.
 O tal molde em cartolina que referi, eu conto o nºo de nós na horizontal e vertical da carruagem original, e depois harmonizo o enquadramento dentro deste molde, para fazer o original.
 A linha para vincar os sulcos dos losangos, e a linha de crochet para os nós franceses.
 na esponja são recortados os sulcos da forma mostrada para vincar, sem colar, os losangos.
 o painel já terminada.
 o painel visto pela parte de trás, a fim de verem como é feita a costuração deste trabalho.
 Ensaio do painel e todo o conjunto no respectivo sítio onde irão ser fixados.

 uma vista do interior tirada pela porta do lado esquerdo da carruagem.
 uma vista panoramica do interior do compartimento da frente.

 Reparem na beleza e elegância desta carruagem da mala posta.

mais alguns progressos também nas rodas, já com a pintura dos cubos .

domingo, 5 de março de 2017

carruagem da mala-posta nº 7

Como tinha referido no anterior artigo, que iria dár inicio á construção do interior da carruagem, então comecei com o encosto do assento dianteiro, para testar as várias fases da construção com os materiais empregues, dei também mais alguns avanços na parte do supedâneo, suporte onde o condutor põe os pés, se bem que esta parte também só ficará terminada depois da cobertura concluída, aproveitando os dias bons , dei também uma camada de tinta nos paineis para testar a tonalidade ideal da cor, mais algumas fotos para melhor apreciação.

 pormenores da pintura dos paineis e portas, falta pintar a cor preta, mas como o preto não é preciso afinar a cor, fica para final.

 Pormenores da construção do supedâneo.

 ensaio da base do encosto do compartimento dianteiro, base do encosto feita em madeira de amieiro, já com os sulcos dos gomos terminada.
 aqui os materiais empregues na construção dos assentos, madeira, pele preta natural e linhas para os nós franceses e costura da pele. e esponja de 1 mm para forrar os assentos.
 inicio do estofamento do encosto
primeiro teste na construção dos nós franceses
 Aqui o encosto do assento dianteiro já concluído e ensaiado no sitio
 Na imagem inferior é possível ver como a esponja é cortada  e fixada no encosto do assento.