quarta-feira, 30 de março de 2016

Como podem ver nas imagens, toda a estrutura lateral do corpo já se encontra fixada á base, agora seguem-se os pomenores e remates de toda a estrutura, eu vou começar pelas (unhas da frente) podem ver como eu faço este trabalho a partir de 2 pedaços de madeira de faia, que depois de fixados no sítio, eles serão afinados para a medida exacta e de seguida uma camada de pintura primária para alisamento de todo o conjunto, o assento do condutor já está também concluído, como podem ver pelas fotos. seguidamente será feita uma afinação em todo o corpo da carruagem para depois levar uma ou duas camadas de primário para proteger todo o conjunto até ser pintado, o que será das últimas coisas a fazer.
espero que apreciem esta evolução de trabalho na carruagem da malaposta.









segunda-feira, 21 de março de 2016

Ora bem, como tinha prometido, no post anterior cá estou eu a mostrar como faço o candeeiro da carruagem da malaposta Francesa, na altura que eu fui ao museu tirar as medidas e fotos a carruagem apenas tinha o suporte do candeeiro, mas eu sei que este veículo teria certamente pelo menos duas ou tres lanternas, dado que circulava muito pelas estradas durante a noite, apenas consegui encontrar nas investigações que fiz uma foto com o único candeeiro, por isso aqui está ele feito e a funcionar, o material utilizado na construção foi o vidro acrílico, folha de metal de 0,20 mm, varão de metal torneado de 5 mm, madeira de buxo para a chaminê, um led de 3 v e duas pilhas de botão de 3 v cada os fios para a ligação são de 0,25 mm de grossura para passarem por dentro do braço de suporte do candeeiro, é a unica peça que ainda não está concluída, pois só depois do tecto concluído é possível determinar o comprimento do braço de suporte da lanterna, aqui vão algumas fotos para terem uma ideia de como eu faço este trabalho, espero que gostem de ver.










segunda-feira, 14 de março de 2016

carruagem da malaposta

Depois de algum trabalho as 5 portas ficaram hoje finalmente terminadas, como é possível ver as ferragens dos fechos estão ainda provisórias, visto que no final vai ser preciso dar uma pintura geral, apesar de as portas já terem a primeira pintura, para afinar pormenores. como não há uma disciplina rígida no seguimento da construção o próximo trabalho vai ser a construção do candeeiro, cada peça feita é um desafio, pois esta é uma carruagem nunca antes feita por mim, e diferente de todas as que construí durante estes anos, mas o prazer do desafio é para mim gratificante.a




lgumas fotos das portas terminadas, espero que gostem de ver.